Logo sem fundo

Chuva excessiva deixa Bombeiros Militares em estado de alerta

 

Por conta do excesso de chuva que caiu no litoral do estado na última semana, na madrugada desta quinta-feira (11/01) o Corpo de Bombeiros Militar ativou as salas de situação do 1° e do 13° batalhões, sediados em Florianópolis e Balneário Camboriú, respectivamente. Além disso, todo o efetivo e as equipes de Forças-tarefas estão de prontidão para novas demandas de atendimentos que possam surgir. O Corpo de Bombeiros Militar trabalha de maneira integrada com a Defesa Civil do estado e dos municípios atingidos e em parceria com outros órgãos de segurança. O objetivo é minimizar os prejuízos e garantir a segurança da população.

 

(Equipe do 1° BBM monitorando ocorrências na sala de situação montada na Capital- foto CBMSC-Divulgação)

 

 

Ainda na madrugada, a sala de situação do 13° batalhão foi desmobilizada. Em Balneário Camboriú um homem teria sido sugado pela força da água e arrastado para dentro de uma tubulação de água fluvial. O corpo ainda não foi localizado. Em São João Batista, na tarde de quarta-feira (10/01) uma menina de 8 anos morreu depois que uma árvore caiu sobre a garagem da casa onde ela estava.

 

 

Agora pela manhã, a situação mais crítica ainda é na Capital, onde há um acumulado de cerca de 120mm de chuva desde quarta-feira (10/01). Com alagamento das ruas em algumas regiões, como no bairro Rio Tavares, o trânsito teve de ser desviado. Algumas famílias foram removidas de áreas de risco e de encostas para estarem protegidas em caso de deslizamentos de terra. Na sede do 1° Batalhão no bairro Estreito, os bombeiros continuam mobilizados. De lá, eles acompanham as demandas de ocorrências que chegam dos outros bairros da Capital. O coronel BM Cesar Assumpção Nunes, comandante da região do litoral, acompanha os trabalhos e orienta as pessoas que moram em áreas alagadas, a procurar locais seguros para se abrigar. Turistas que não conhecem a região e quem tem voos marcados também precisam se antecipar para evitarem contratempos com o trânsito.

 

 

Em Porto Belo, cerca de 200 pessoas também foram retiradas pela defesa civil do município em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar por estarem em áreas alagadas e de risco. Elas foram levadas para um abrigo municipal. Durante a noite, equipes de Bombeiros e da Defesa CIvil fizeram resgates de moradores ilhados e registraram alagamentos no Centro, Vila Nova, Perequê e Alto Perequê.Um deslizamento de terra atingiu o único acesso entre Porto Belo e Bombinhas na madrugada desta quinta-feira. A pista foi parcialmente interditada, o que compromete o fluxo de entrada e saída do município. A pŕefeitura trabalha para desobstrução total da via.

 

 

Texto: Krislei Oechsler- jornalista- CCS-CBMSC

Informações: Corpo de Bombeiros Militar

CBMSC
emergencia193 2
CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA
VIDA ALHEIA E RIQUEZAS SALVAR!
Quartel do Comando-Geral
Rua Almirante Lamego, 381, Centro
Florianópolis - SC | CEP: 88015-600 | (48)3665-7800