Logo sem fundo

Inédito no Brasil: Câmara Hiperbárica Móvel é adquirida pelo CBMSC

 

O equipamento, avaliado em R$691 mil Reais foi adquirido com recursos do Pacto Santa Catarina, e já começa a ser usado pelos Bombeiros Militares em treinamento ao longo desta semana. Inédito no Brasil em corporações de Bombeiros, a Câmara Hiperbárica foi montada dentro de um contêiner e pode ser transportada para a cena da ocorrência, possibilitando tanto o uso operacional como terapêutico, na recuperação de Bombeiros ou vítimas intoxicadas pela aspiração excessiva de monóxido de carbono em incêndios.

 

 

O Comandante-Geral da corporação, coronel BM João Valério Borges diz que o Corpo de Bombeiros Militar da um importante passo na eficiência e qualidade do serviço prestado à população. “Com o treinamento dos Bombeiros Militares para uso do equipamento, conseguimos melhorar ainda mais as possibilidades de cumprir com êxito a missão institucional de salvar vidas, proporcionando um tratamento de primeiro-mundo depois da retirada de uma pessoa de uma cena de incêndio, por exemplo”.

 

 

O Tenente-Coronel BM Helton de Souza Zeferino explica que o equipamento também serve para uso em treinamento e seleção de profissionais para a área de mergulho. “O equipamento possibilita a submissão dos profissionais a condições de pressão e de oxigenioterapia adequadas ao restabelecimento das condições físicas e de saúde para atuação em mergulhos, o que representa também um incremento técnico expressivo na área de salvamento aquático”, explica.

 

 

Numa cena de incêndio com múltiplas vítimas, como aconteceu com a Boate Kiss no Rio Grande do Sul, o coronel Helton explica que a submissão imediata de pessoas intoxicadas às condições adequadas da Câmara Hiperbárica possibilita uma recuperação mais rápida e o aumento considerável das chances de sobrevida, tanto de Bombeiros como de vítimas.

 

O equipamento

 

 

Dentro do contêiner, a Câmara Hiperbárica possui uma câmara menor na entrada e uma câmara principal, com capacidade para uso simultâneo de quatro pessoas. Com máscaras especiais, que possuem sistema de microfonia, os usuários recebem os níveis de oxigênio ideais para restabelecimento das condições físicas, enquanto são submetidos a condições ideais de temperatura e pressão. O monitoramento especializado, de médicos e equipe de saúde, acontece do lado de fora do equipamento, por meio de câmeras de filmagem e da comunicação verbal. Há, inclusive a possibilidade de tratamento de pacientes com uso de maca, proporcionando uma recuperação mais rápida em vítimas politraumatizadas, por exemplo.

 

 

 

Créditos: Texto: Krislei Oechsler- Jornalista

Fotos: Soldado BM Jackson Jacques

Centro de Comunicação Social

Corpo de Bombeiros Militar

Estado de Santa Catarina

CBMSC
emergencia193 2
CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA
VIDA ALHEIA E RIQUEZAS SALVAR!
Quartel do Comando-Geral
Rua Almirante Lamego, 381, Centro
Florianópolis - SC | CEP: 88015-600 | (48)3665-7800
ccs@cbm.sc.gov.br