PESQUISAR

Blog de Notícias

6 minutos para leitura (1140 palavras)

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR EM GASPAR COMEMORA 20 ANOS

Em comemoração aos 20 anos do quartel do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) no município de Gaspar, foi realizada na última sexta-feira, 29, uma solenidade para entrega de medalhas, título honorífico amigo do CBMSC, e promoção de bombeiros militares e comunitários que atuam no quartel.  



Ao todo foram promovidos oito bombeiros militares e 23 bombeiros comunitários que com responsabilidade, coragem e comprometimento atendem diariamente os cidadãos de Gaspar. Além disso, como reconhecimento de serviços prestados à comunidade e pela corporação, receberam as seguintes medalhas: tenente Diego Medeiros Franz, medalha mérito de serviço de atendimento pré-hospitalar; subtenente José Amarildo Azevedo, medalha de mérito bombeiro militar, categoria ouro; sargento Fabiano Jovinski, medalha de mérito por tempo de serviço, categoria prata; e cabo Luciano Rominhuk, medalha de mérito bombeiro militar, categoria bronze.

 


Já pelo engrandecimento moral e material da corporação, receberam, durante a solenidade, o título "amigo do CBMSC": a superintendente municipal de Defesa Civil, Ana Janaína Medeiros de Souza, o presidente da Círculo S/A, José Altino Comper, e o secretário municipal de obras de Gaspar, Luis Carlos Spengler Filho.

Na solenidade foram lembrados também momentos importantes dos 20 anos de atuação do CBMSC em Gaspar, como a sua primeira ocorrência, um acidente de trânsito no dia 11 de junho de 2002, e a ativação da Organização Bombeiro Militar (OBM) no município no dia 31 de julho do mesmo ano.


Conheça a história dos Bombeiros Militares em Gaspar

O Corpo de Bombeiros Militar em Gaspar iniciou os trabalhos no município, oficialmente, em 31 de julho de 2002, e tinha sua base junto ao quartel da Polícia Militar de Gaspar. Naquela época, operava com uma equipe de 9 bombeiros militares e seu comandante era o então sargento Evandro de Mello do Amaral, que juntos enfrentaram diversos desafios para a estruturação do quartel, contando com o apoio da comunidade gasparense em muitos momentos. Para realizar os atendimentos, a frota era composta por apenas três viaturas: uma de combate a incêndio e resgates; uma ambulância e uma para realizar serviços administrativos.



Foi em 2006 que o quartel fez sua primeira mudança, sendo transferido para uma estrutura às margens da avenida Deputado Francisco Mastella, onde permaneceu por 7 anos. Durante esse período, atuou em uma das maiores tragédias que já assolaram a região, as inundações e deslizamentos de 2008. Segundo o atual comandante do quartel, tenente Levi Garcia Ribeiro, "essa tragédia causou não apenas prejuízos materiais, mas também a perda de muitas vidas, entretanto, foi esse fato que acabou por elevar nossa capacidade de resposta para além dos limites".

Outro fato marcante, e que é lembrado com tristeza pelo quartel, é o grave acidente que ceifou a vida do soldado Maurício da Silva Valls, em 2014, durante o atendimento a uma ocorrência na BR-470. "O militar nunca mediu esforços para atender bem a população e deixou saudades aos seus companheiros e familiares. Hoje nosso quartel leva seu nome, como forma de homenagem", relembra o comandante Levi.

Após tantas mudanças, em 2017, um grande passo foi dado pelo CBMSC em Gaspar: foi inaugurada sua sede própria, localizada na avenida Olga Wehmuth, no bairro Sete de Setembro, onde permanece até o momento.




Destaques de atendimento

Atualmente o 3º Pelotão de Bombeiros Militar em Gaspar conta com um efetivo de 20 bombeiros militares e uma frota de seis viaturas operacionais, sendo um caminhão de combate a incêndio, um caminhão tanque de apoio, duas ambulâncias e duas viaturas de tração quatro por quatro. Além disso, a corporação no município também dispõe de quatro viaturas administrativas, deste modo, não apenas atua na área de atendimento a emergências, mas também na prevenção, mantendo o foco na missão do CBMSC: proteger a vida, o patrimônio e o meio ambiente.

Durante esses 20 anos, muitas foram as ocorrências marcantes, entre acidentes, grandes incêndios, resgates complexos, atos cívicos, cursos ministrados e diversos projetos sociais.

Entre as ocorrências de destaque estão aquelas decorrentes da inundação e dos deslizamentos em 2008, quando, inclusive, uma ambulância do Corpo de Bombeiros de Gaspar foi atingida por um deslizamento, e quando um bombeiro militar quase foi soterrado em serviço.

Outra ocorrência que marcou os bombeiros do município aconteceu em 03 de setembro de 2011, quando um acidente com uma van escolar com adolescentes entre 13 e 15 anos deixou múltiplas vítimas. Foram quatro mortes, entre elas uma professora e três alunos, além de cinco pessoas em estado grave, e outras 11 que foram encaminhadas para atendimento hospitalar.

Uma data que abalou o Corpo de Bombeiros Militar em Gaspar foi 13 de setembro de 2014, quando um acidente tirou a vida do soldado Maurício da Silva Valls, de apenas 25 anos, enquanto este se deslocava para uma ocorrência na BR-470. Em sua homenagem, em 27 de dezembro de 2018, por meio da Lei 7.655, o quartel em Gaspar recebeu seu nome.

Entretanto, esta história também é marcada por momento de triunfo, em que foi possível encontrar e resgatar pessoas perdidas, como um grupo que se perdeu em uma trilha em Gaspar no ano de 2014; realizar partos emergenciais, resgatar animais em perigo; salvar empreendimento em chamas, como um incêndio em indústria do bairro Margem Esquerda em fevereiro de 2022; e também salvar diversas vidas com um atendimento pré-hospitalar eficiente.

Confira mais fotos da solenidade: 




O Corpo de Bombeiros Militar em Gaspar presta seus serviços 24 horas por dia, 7 dias por semana, nos 12 meses do ano, sempre à disposição da comunidade, com uma história e experiências de 20 anos intensos, com grandes transformações e melhorias no atendimento ao cidadão. A cada ano, os desafios aumentam, e a corporação acompanha o desenvolvimento de Gaspar, seja na prevenção ou no atendimento a emergências, estando sempre em constante aperfeiçoamento para salvaguardar a população Gasparense. Para o atual comandante do 3° Pelotão, em Gaspar, tenente Levi, "sejam momentos felizes, em que vidas foram salvas ou mesmo naqueles tristes, em que foram perdidas, a missão sempre foi, e sempre será executada com o máximo empenho e paixão de nossos bombeiros".


Créditos:
Texto: estagiária Isabella Cremer
Imagens: Divulgação CBMSC/Gaspar
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

Posts Relacionados

emergencia193
QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193