PESQUISAR

PRAIA

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), 15 brasileiros morrem afogados diariamente, sendo que homens morrem em média 6,8 vezes mais e a maioria dos afogamentos acontecem com pessoas entre 10 e 59 anos de idade.

Em Santa Catarina, segundo os dados do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), no último verão as vítimas de afogamentos seguidos de morte foram principalmente homens, de em média 28 anos.

A maior parte dos acidentes ocorrem com pessoas que ignoram os riscos, não respeitam limites pessoais ou desconhecem como agir; é possível evitá-los com alguns cuidados; confira as nossas dicas!

 

Prefira as praias cobertas pelo serviço de guarda-vidas

No verão de 2020/2021, cerca de 93% dos afogamentos ocorreram fora do local (ou horário) de cobertura dos guarda-vidas. Esse dado demonstra a eficiência desse serviço e comprova que o melhor para a sua segurança é optar por banhar-se próximo a um posto de guarda-vidas; dentro de um raio de 200 metros de distância do posto.

posto

Não sabe onde fica o posto de guarda-vidas mais próximo? Confira o nosso aplicativo Praia Segura.

 

Aplicativo Praia Segura

O aplicativo, além de fornecer a localização dos postos de guarda-vidas, também fornece o risco de afogamento (cor da bandeira do posto), alerta de mar em ressaca, presença de água-viva, balneabilidade e a localização das cadeiras anfíbias do projeto Praia Acessível.

praiasegura

Faça o download do aplicativo Praia Segura, disponível para Android, e aproveite sua praia com muito mais segurança.

 

Evite banhar-se nas praias com bandeira vermelha

Você já sabe que pelo aplicativo Praia Segura é possível conferir a condição do mar através das bandeiras, mas você sabe o significado exato de cada uma delas? Confira na imagem abaixo:

bandeiras

 

Corrente de retorno: o maior vilão

Para evitar acidentes, é muito importante entender o que são as correntes de retorno, pois estas são responsáveis por mais de 90% dos afogamentos em água salgada.

Podem ser definidas como um refluxo de água que retorna da costa para o mar, formando um corredor com uma correnteza que pode carregar uma pessoa para longe da praia em poucos segundos.

Reconhecê-las é muito fácil quando a praia é vigiada por guarda-vidas, que demarcam os limites da corrente com duas bandeiras vermelhas na faixa de areia, sinalizando o local perigoso - sendo desaconselhável o banho entre essas bandeiras. Para reconhecer as correntes de retorno em praias não vigiadas, é preciso ficar atento a algumas de suas características: as ondas não quebram nesses locais e a coloração da água costuma se diferenciar do resto da praia, sendo mais escura.

bandeiraperigo1

Por fim, saiba como agir caso se encontre em uma corrente de retorno: 

Caso você saiba nadar, nade para o lado e após sair da corrente, você poderá voltar a nadar em direção à praia. Não tente nadar contra a corrente; esse é um erro comum, que pode levar à extrema fadiga rapidamente.

Caso você não saiba nadar, não se desespere. Primeiro, tente fazer sinal para que os guarda-vidas e/ou banhistas saibam da situação. Segundo, mantenha a calma e tente boiar na água até chegar a ajuda; a corrente de retorno tem um fim e não vai te levar para o meio do oceano.

 

Outras dicas

  • Não tente salvar pessoas vítimas de afogamento sem estar habilitado. Neste caso, lance algum objeto que a ajude a vítima a flutuar e acione guarda-vidas ou a emergência pelo telefone 193;
  • crianças exigem cuidado redobrado. Não as perca de vista;
  • se você estiver com criança, ou pessoas com alguma vulnerabilidade, temos disponível gratuitamente nos nossos postos de Guarda-Vidas as pulseirinhas de identificação;
  • se você ingeriu bebida alcoólica ou fez uma refeição recentemente, NÃO entre na água, aproveite a faixa de areia;
  • não ande nos costões, você pode escorregar e cair no mar;
  • se você foi queimado por água-viva procure os nossos postos de guarda-vidas;
  • respeite os guarda-vidas, eles estão atuando voluntariamente para te ajudar com orientações de prevenção e podem salvar a sua vida em casos de emergência;
  • ficou alguma dúvida? Quer mais orientação? Pergunte aos guarda-vidas, eles podem te ajudar.

Confira a nossa playlist com dicas de prevenção no Youtube e siga-nos nas redes sociais para mais dicas! 

QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193