PESQUISAR

HISTÓRIA

No Brasil, a primeira corporação de bombeiros foi criada pelo Imperador D. Pedro II, em 02 de julho de 1856, o que o consagrou como patrono dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil.

Com o passar do tempo e com a proclamação da República, os estados que possuíam melhores condições financeiras passaram a constituir seus próprios Corpos de Bombeiros. As primeiras corporações foram criadas dentro da estrutura das Forças Estaduais, antiga denominação das Polícias Militares.

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina foi criado pela então Força Pública, hoje Polícia Militar, por meio da Lei 1.288, de 16 de setembro de 1919. A instalação foi efetivada oficialmente em 26 de setembro de 1926, no comando do Coronel PM Pedro Lopes Vieira, e com apoio do governador Adolfo Konder.

quartel

Comandado pelo então 2º Tenente Waldemiro Ferraz de Jesus, a primeira Seção de Bombeiros de Santa Catarina foi instalada na Rua Tenente Silveira, no centro de Florianópolis, e contava com 27 praças e um oficial da Força Pública.

Cadetes 14072006

A primeira expansão ocorreu em 13 de agosto de 1958 para o interior do estado, com a instalação de uma estação de bombeiro na cidade de Blumenau.

Na década de 1960, foi criado o serviço de Salvamento Aquático, para oferecer segurança às pessoas que, em número cada vez maior, procuravam as praias do litoral catarinense.

Em 1983, em Blumenau, iniciou a implantação do serviço de socorro pré-hospitalar, realizado por bombeiros socorristas.

Em 13 de junho de 2003, por meio da aprovação da Emenda Constitucional nº 33 de 13 de junho de 2003, o Corpo de Bombeiros Militar deixa de ser parte integrante da estrutura organizacional da Polícia Militar de Santa Catarina. A partir desta data, adquire o status de corporação autônoma.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina está presente em 138 municípios catarinenses, para atender toda a população com serviços rápidos e de qualidade, fatores que concedem à Santa Catarina, o estado com uma das melhores abrangências de serviços de bombeiros do país.

 

Acervo histórico

Inaugurado em 18 de dezembro de 2014, o Acervo Histórico do CBMSC reúne em uma sala construída junto ao Centro de Ensino Bombeiro Militar (CEBM) em Florianópolis, equipamentos, viaturas e documentos que ajudam a contar um pouco da história da Corporação catarinense.

Entre os objetos em exposição, a bomba a vapor utilizada no início da atividade de combate a incêndio no estado, montada sobre um veículo de tração animal, utilizada nas primeiras décadas de atividade para pressurizar a água que extinguia incêndios por Florianópolis – até então a única guarnecida pelo serviço.

acervo viatura

Também foi preservado o manuscrito mais antigo da Corporação, escrito pelo então Comandante da Seção de Bombeiros da Força Pública 2º Tenente Domingos Maisonette, que conta detalhes da ação de combate ao primeiro incêndio por integrantes da instituição recém-criada, em outubro de 1926.

acervo manuscrito

A estes materiais somam-se capacetes, fardamentos, outros equipamentos e registros fotográficos diversos que trazem consigo a história de comprometimento e esforços conjuntos para a honrada missão de salvar vidas e bens alheios no Estado. 

 

 

 

emergencia193
QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193