Notícias

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Cunha Porã atendeu na última quinta-feira (23/07) a uma ocorrência envolvendo extravasamento de combustíveis em um Rodovia Federal – BR 158, interior do município, no extremo oeste catarinense.

 

Um caminhão carreta tipo tanque, com aproximadamente 20 mil litros de liquido combustível, tombou lateralmente à via, interrompendo totalmente o fluxo de veículos nos dois sentidos. Apesar do risco - houve grande vazamento (de aproximadamente 5 mil litros de gasolina e 5 mil litros de álcool) - o condutor do veículo nada sofreu.

 

O local foi isolado e o combustível direcionado para um local seguro. Durante a operação foram montadas três linhas de ataque para resfriamento do veículo e proteção da guarnição de serviço e uma linha de LGE (liquido gerador de espuma) para realizar a contenção dos vapores de combustíveis. Os bombeiros extravasaram o combustível restante e proporcionaram a segurança no local até que os guinchos conseguissem realizar o destombamento da carreta.

 

Na operação, que durou cerca de seis horas, foram utilizados cerca de 12 mil litros de água. Ao todo 8 bombeiros e quatro viaturas dos quartéis de Cunha Porã e Maravilha foram empenhados no atendimento.

 

 

Créditos: 1º Ten BM João Emiliano de Moura Silva Miranda – Comandante Interino da 3ª/12ºBBM / Fotos: BC Cleiton Ferrasso

 

 

O posto avançado do Corpo de Bombeiros na área industrial de Lages está novamente na ativa. A reabertura do local foi realizada às margens da BR-116, ao lado do complexo que abriga também uma base da Polícia Militar e a 3ª Delegacia da Polícia Civil.

 

Para isso, foram realizadas reformas como a troca do piso, a instalação de portas automáticas e a construção de alojamentos para os bombeiros. A base conta ainda com uma central de operações que dispõe dos devidos equipamentos para uma comunicação eficiente, além de uma ambulância e um caminhão para resgates e combate a incêndios.

 

Apesar de atender menos casos que as equipes lotadas na sede do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, no bairro São Cristóvão, o posto avançado da BR-116 fica em uma posição estratégica, pois é acionado para os episódios na parte alta da cidade, distante do quartel, o que garante uma rápida resposta às ocorrências.

 

Créditos: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Lages / Foto: Maria Clara Quadros

 

A formação dos cadetes do 4º Período do Curso de Formação de Oficiais (CFO) entrou na reta final na Academia Bombeiro Militar em Florianópolis. Na quinta-feira (23/07), o grupo de militares participou de um exercício simulado especial no encerramento da disciplina Gestão Integrada de Resposta a Desastres, ministrada pelo Tenente-Coronel BM Aldo Baptista Neto.

 

Os militares simularam as ações de gestão das operações de resposta a um quadro de inundação numa cidade fictícia. O grupo de cadetes foi dividido de forma que as agências do Grupo de Resposta e Ações Coordenadas (GRAC) – Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil Municipal, Prefeitura Municipal, Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Exército e outros - estivessem representadas. Cada um dos militares ficou responsável por planejar e apresentar as ações de socorro sob responsabilidade da agência que representou. Os demais cadetes apoiaram nas missões de logística do simulado.

 

“Em 2008 (quando o Estado registrou inundações e deslizamentos severos) nos faltava conhecimento e capacidade de agir em conjunto. Deste então trabalhamos no sentido de aprimorar o processo de resposta a eventos adversos”, lembrou o Tenente-Coronel BM Neto, destacando a importância da capacitação adequada dos futuros Oficial BM. Segundo ele, cientistas afirmam que os fenômenos causadores de desastres naturais vão se tornar cada vez mais frequentes, o que justifica a preocupação com o aperfeiçoamento continuado dos Bombeiros Militares na área.

 

A proposta da disciplina, que integra o currículo da Pós-Graduação em Gestão de Risco e Evento Crítico a qual os cadetes cursam durante o CFO, é fornecer à Sociedade profissionais com conhecimentos diferenciados na área, capazes de trabalhar a partir da identificação dos pontos vulneráveis e das formas adequadas de resposta.

 

“Os cadetes saíram conhecedores das responsabilidades de cada agência envolvida num evento de grande vulto. Hoje conhecem mais sobre desastres, entendem os mecanismos de resposta e inclusive já propuseram mudanças para a melhor gestão do sistema”, avaliou o instrutor da disciplina. Durante o período de pesquisa, os militares descobriram um aplicativo que reúne informações necessárias para a gestão de situações críticas.

 

Prestigiaram a apresentação representantes da Secretaria de Estado da Defesa Civil, Polícia Militar de Santa Catarina, Polícia Militar Ambiental, da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), além de Oficiais e Praças BM convidados. A conclusão do CFO da turma participante do exercício está prevista para a segunda quinzena do mês de setembro.

 

Saiba mais

 

No simulado, os cadetes tiveram que organizar as ações de resposta a um cenário de inundação na cidade fictícia com 3 mil habitantes. Com a previsão de mau tempo e inundação de parte da cidade, eles procederam com a evacuação da área prevista antes do evento adverso.

 

Como numa situação real, o quadro evoluiu, sendo que a inundação atingiu praticamente toda a cidade – obrigando mudanças no plano de resposta. O trabalho conjunto envolveu ainda a abertura de abrigos, montagem do Auto Posto de Comando (APC) e estrutura anexa, convocação de coletiva de imprensa e o repasse de informações às autoridades e veículos de comunicação.

 

No exercício, os participantes detalharam o período de preparação para o evento adverso, ações prévias e de resposta de cada agência e a proposta de atividades previstas para a reconstrução do cenário.

 

 

Créditos: CCS do Cmdo-Geral/Soldado BM Felipe Rosa

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) estará representado neste fim de semana, 25 e 26 de julho, na 7ª edição da Anjo da Guarda Fest que ocorre em Jaraguá do Sul, no Norte do Estado. O evento promove a exposição de viaturas, aeronaves e equipamentos de diferentes instituições civis e militares, entre elas as Forças Armadas e Auxiliares.

 

Os bombeiros do Estado colocarão em exposição viaturas mobilizadas nas ações da Força-Tarefa da Corporação – estrutura especializada para emprego em ocorrências extremas programadas, além de equipamentos, embarcações e o helicóptero Arcanjo 01.

 

Os visitantes do evento terão ainda a oportunidade de acompanhar apresentações de equipes de cinotécnicos que atuam no Serviço de Busca e Resgate com Cães do CBMSC e simulados de resgate aéreo e ações integradas de resgate veicular, aéreo e combate a incêndio. Confira a programação das atividades do CBMSC:

 

 

25/07 – Sábado

8h às 22h - Exposição de viaturas, equipamentos e materiais

15h às 16h – Apresentação de cinotécnicos  (busca com cães)

 

 

26/07 – Domingo

8h às 17h30min - Exposição de viaturas, equipamentos e materiais

10h às 10h30min – Simulado Resgate Aéreo – Batalhão de Operações Aéreas CBMSC

15h40 às 16h40min – Simulado Ação Integrada – Resgate Veicular, Aéreo e Combate a Incêndio

 

 

7ª edição do Anjo da Guarda Fest

Local: Arena Jaraguá - R. Gustavo Hagedorn, 636 - Nova Brasília – Jaraguá do Sul

Mais informações: http://www.anjodaguardafest.com.br/

 

 

 

Créditos: CCS do Cmdo-Geral/Soldado BM Felipe Rosa // Foto: Divulgação/Anjo da Guarda Fest

 

 

 

Na noite dessa terça feira (21/07) o Corpo de Bombeiro Militar de Araquari realizou uma ação solidária, por maio da guarnição de militares e dos alunos do Curso Avançado de Atendimento a Emergências (CAAE).

 

 

Os bombeiros e alunos visitaram a Casa Lar Emanuel, instituição sem fins lucrativos que atende a crianças e adolescentes em situação de risco, levando consigo alimentos como achocolatado e leite, além de produtos de higiene e limpeza.

 

 

Créditos: Soldado BM Leandro José Debona - OBM de Araquari

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Papanduva recebeu, na última semana, uma nova viatura com tração 4 x 4, Toyota Hilux. A caminhonete está equipada para atender a ocorrências do tipo resgate veicular, atendimento pré-hospitalar, vistorias, transporte de material e intervenção rápida em acidentes. O valor investido na ação é da ordem de R$ 120 mil reais.

 

Na mesma oportunidade o Cabo BM Laércio Sphair recebeu do Comandante do 9° Batalhão (Canoinhas), Tenente Coronel BM Edson Luiz Biluk, as medalhas por Tempo de Serviço e de Mérito, categoria prata.

 

A solenidade aconteceu na Câmara de Vereadores e contou com a presença do prefeito Municipal, Dario Schicovski (Tuca); o Comandante do quartel de Papanduva 1º Sargento Lourival Mattos Costa; vereadores; o presidente da associação local de Bombeiros Comunitários, Sr Ioni Guerber; secretários municipais de Papanduva e de Monte Castelo; empresários locais; Bombeiros Militares e Comunitários e a comunidade em geral.

 

 

Créditos: OBM de Papanduva

 

Bombeiros Militares e civis participaram entre os dias 6 e 10 de julho de um treinamento de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) ministrado nas dependências do quartel sede do 3º Batalhão BM em Blumenau, no Vale do Itajaí.

 

Os participantes puderam revisar os conceitos e procedimentos técnicos envolvidos no APH, bem como atualizar conhecimentos na atividade. A reciclagem técnica foi acompanhada de exercícios práticos, inclusive simulando o atendimento a ocorrências com múltiplas vítimas.

 

Como atividade final do treinamento, foi realizado um simulado de acidente de transito com necessidade de utilização de ked. Além dos militares, também participaram da capacitação membros do Departamento de Administração Prisional (DEAP), do Departamento de Administração Socioeducativo (DEASE) e estagiária da Universidade Regional de Blumenau (FURB).

 

Créditos: 1º Tenente BM Renan César Vinotti Ceccato – Ch B5 3ºBBM

 

Mais um bebê vítima de engasgamento foi salvo por bombeiros militares. O último caso aconteceu no domingo (19/07) em Lages, cidade sede do 5º Batalhão BM. O recém-nascido com três dias de vida foi salvo após manobras de tapotagem realizadas por socorristas.

 

A Corporação foi acionada por volta das 23h30min, por telefone, e informada que a criança havia se engasgado com leite materno durante a amamentação. Enquanto o operador da Central de Operações do Corpo de Bombeiros (COBOM) repassava ao solicitante as informações a serem tomadas até a chegada da guarnição, uma equipe de socorristas se deslocou na ambulância até o local da ocorrência no bairro São Luiz.

 

Os socorristas encontraram o bebê apresentando quadro cianótico, estando sem sinais vitais por cerca de oito minutos. Com agilidade foi dado início aos procedimentos de tapotagem e as vias aéreas da criança desobstruídas, com o bebê retomando os movimentos respiratórios e choro. Após a estabilização a criança acabou conduzida ao hospital infantil Seara do Bem.

 

 

Tapotagem (como agir em casos de afogamento com leite ou alimentos com lactentes):

1. Colocar o bebê de bruços sobre um dos braços;

2. Encaixar o queixo da criança entre dois dedos para que a cabeça fique firme;

3. As pernas do bebê devem ficar abertas, uma para cada lado do braço;

4. Posicione o braço para que a cabeça do bebê fique ligeiramente inclinada para baixo;

5. Com a outra mão, dê leves tapas nas costas do bebê para desobstruir as vias aéreas;

6. O líquido/objeto deve sair pela boca e ou nariz.

 

 

Créditos: Soldado BM Diego Moreira – Aux. B5 5ºBBM

 

Bombeiros Militares e Comunitários de Campo Erê, na circunscrição do 6º Batalhão BM no Oeste do Estado, participaram no sábado (18/07) na 3ª Corrida Rústica em comemoração ao 57º aniversário do município.

 

Com trajes que representavam o CBMSC, os bombeiros foram destaque na prova que reuniu participantes de toda a região. A largada e chegada do desafio ocorreram na rua 31 de março, na região central da cidade.

 

Créditos: Soldado BM Elton da Silva Alves – OBM de Campo Erê

 

Professores do Centro de Educação Infantil Frei Liborio Schmitt em Barra Velha, na circunscrição do 7º Batalhão BM no Litoral Norte, participaram de palestra sobre primeiros socorros no ambiente escolar ministrada por integrantes do Corpo de Bombeiros Militar do município.

 

O intuito da palestra, que durou cerca de 2 horas, foi repassar aos professores conhecimentos básicos acerca dos riscos e possíveis situações de emergência com que poderão se deparar no ambiente escolar, bem como ensinar noções de primeiro atendimento e do acionamento dos serviços de emergência do CBMSC.

 

Foram realizadas oficinas que abordaram assuntos como contenção de hemorragias, fraturas e imobilizações. Além disso, visto procedimentos para situações de obstrução de vias aéreas por corpo estranho (OVACE) e reanimação cardiopulmonar (RCP) em adultos, crianças e lactentes. Estes ponto foram trabalhados tendo em vista possibilidade deste tipo de ocorrência em locais que tratam da educação infantil.

 

A palestra contou com um público de cerca de 30 professoras e fez parte de uma ação da 1º/3ª/7ºBBM (Barra Velha) que busca maior integração do Corpo de Bombeiros Militar com a comunidade.

 

Créditos: 2º Tenente BM Eric Gomes Vamerlati – Cmt 1º/3ª/7ºBBM (Barra Velha)

emergencia193
QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193