PESQUISAR

Notícias Operacionais 0

 

Durante o mês de julho de 2021, foram realizadas vistorias diárias em edificações multifamiliares com a equipe de Seção de Segurança Contra Incêndio (SSCI) na Organização Bombeiro Militar (OBM) de Gaspar. O objetivo foi conhecer as rotinas do SSCI e inspecionar as edificações sob a ótica da necessidade de uso dos sistemas pela equipe de plantão.

 

2408 Gaspar

 

Os treinamentos foram planejados para que todas as equipes de plantão, contando com a participação de bombeiros militares e comunitários, tivessem contato com os sistemas preventivos contra incêndio e conhecessem mais sobre as instruções normativas vigentes aplicadas em edificações multifamiliares.

 

2408 Gaspar 1

 

No final do mês de Julho, foi realizado um feedback, a fim de melhorar a integração das equipes de plantão com a Seção de Segurança Contra Incêndio, assim como sugestões de próximos treinamentos.

 

2408 Gaspar 2 

 

Créditos:
Texto: Soldado Jacob Vilain Neto
Imagens: Guarnições de Serviço do 4º/1ª/3ºBBM
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), por meio do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), em parceria com o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), realizou neste sexta-feira, 20, o transporte de paciente da cidade de Curitibanos para Florianópolis, com o avião Arcanjo-06, um King Air C90.

 

2308 Boa

 

A utilização da nova aeronave, a qual encontra-se em operação há cerca de 15 dias, foi fator determinante para a viabilidade do transporte de um masculino de 48 anos de idade com problemas cardiovasculares. Isso se deve pelo fato de o paciente apresentar uma doença grave chamada “Dissecção de Aorta”. Tal enfermidade fragiliza o sistema cardiocirculatório, principalmente a artéria aorta, a qual é a mais calibrosa do corpo humano, deixando-o vulnerável. Grandes esforços, viagens terrestres prolongadas e variações de pressão atmosférica, por exemplo, podem levar o paciente a óbito com bastante facilidade.

 

2308 Boa 1

 

O diferencial do avião Arcanjo-06 é o que chamamos de “pressurização”. Esta característica consegue, mesmo a grandes altitudes, manter a pressão interna da aeronave maior que a pressão externa ou em níveis aceitáveis para o ser humano, minimizando assim a sobrecarga sobre o organismo do paciente. Caso não houvesse avião com a chamada cabine pressurizada, não seria possível realizar este voo de translado para a cidade de Florianópolis, ficando o paciente sem o tratamento adequado.

 

2308 Boa 2

 

Além disso, o transporte aéreo representa importante meio de auxílio nos transportes inter-hospitalares. Por meio dele é viável percorrer grandes distâncias em um espaço de tempo muito menor, em comparação com outros meios. Caso o transporte em questão fosse realizado por via terrestre, ele duraria em torno de 4 horas, o que também tornaria o translado inviável. Por sua vez, o voo de hoje entre as cidades de Curitibanos e Florianópolis durou aproximadamente 30 minutos, percorrendo em torno de 206 quilômetros (aproximadamente 112 milhas náuticas).

 

Créditos:
Texto: B5 do BOA
Imagens: Divulgação CBMSC/BOA
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

O CBMSC possui equipes de Força Tarefa distribuídas em todo o Estado de Santa Catarina, preparadas para atender eventos adversos como vendavais, enchentes e deslizamentos.

 

1908 Itajaí

 

Neste sábado, foram simuladas situações de resgate de pessoas ilhadas, queda de árvore, deslizamento, e busca terrestre com o binômio Soldado Amorim e Moana.

 

1908 Itajaí 1

 

Segundo o tenente-coronel Fabiano Bastos das Neves, Comandante do 7º Batalhão de Bombeiros Militar, é recorrente o CBMSC atender esses tipos de emergências em Santa Catarina - "A região do Vale do Itajaí, ainda mais, é um local propício para eventos adversos dessa natureza. Os eventos mais marcantes foram em 2008 e 2011, quando a sociedade sofreu também com os deslizamentos." - O Comandante ainda parabenizou e agradeceu o subtenente Sérgio José Bagattoli.

 

1908 Itajaí 2

 

Instrutor subtenente Bagatolli

A história do subtenente Bagatoli se mescla a do 7ºBBM, com uma carreira de mais de 30 anos de muito comprometimento com o CBMSC, é uma referência em diversas áreas da Corporação, além de atuar operacionalmente, capacita o efetivo em oportunidades como essa proporcionando o preparo necessário às equipes para atender a sociedade com eficiência.

 

1908 Itajaí 3

 

Veja os vídeos:
Binômio
Botes


Além dos eventos adversos ocorridos em 2011 a Força Tarefa do CBMSC foi empregada na Missão em Brumadinho.


Veja mais em:

Missão em Brumadinho segue e CBMSC envia terceira Força-Tarefa

CBMSC reúne Forças-Tarefa após mais de 50 dias de trabalho em Brumadinho


Veja mais sobre a Força Tarefa do CBMSC:

Forças-Tarefa do Corpo de Bombeiros Militar são referência nos atendimentos de situações extremas

Integrantes da Força-Tarefa 07 no CEBRIE

Força Tarefa 03 é acionada para atuar em Garuva

Treinamento realizado de Resgate em Inundações e Enxurradas pela Força Tarefa-07

 

Créditos:
Texto: Julia de Oliveira
Imagens: Divulgação CBMSC/Itajaí
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

No último sábado, 14, foi realizado na sede do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), em São José, um treinamento de atendimento pré-hospitalar com os bombeiros comunitários do respectivo quartel. O treinamento realizado no último final de semana faz parte de um ciclo de instruções que iniciou no dia 1º de junho com a abordagem de algumas temáticas relacionada ao APH, como: aferição de sinais vitais, trauma em extremidades, ressuscitação cardiopulmonar, obstrução de vias aéreas por corpos estranhos, controle de hemorragias, entre outras.

1808 São José

 

Na oportunidade, a guarnição repassou conhecimentos específicos a respeito das avaliações primária e secundária. O processo de avaliação geral do paciente tem como objetivo inicial identificar e corrigir de imediato os problemas que ameaçam a vida a curto prazo. Posteriormente, ao final do ciclo, os bombeiros comunitários passarão por uma avaliação final.

 

1808 São José 1

 

O ciclo de instruções, desenvolvido pela seção de instrução e ensino do batalhão em colaboração com o efetivo militar das guarnições, é de suma importância para o complemento da formação dos bombeiros comunitários, bem como para o efetivo militar se manter atualizado acerca do protocolo adotado pela Corporação, proporcionando mais qualidade ao atendimento das ocorrências. Ressalta-se que, anteriormente ao ciclo de instruções para os bombeiros comunitários, o efetivo militar recebeu duas semanas de treinamento de APH com o subtenente Amorim, instrutor e membro da coordenadoria, a fim de suprimir eventuais divergências protocolares.

 

1808 São José 3

 

1808 São José 4

 

Créditos:
Texto: 1º Tenente Luiz Gustavo Bonatelli
Imagens: Divulgação CBMSC/São José
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

Na tarde do último domingo,15, a equipe de plantão do 10º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), com sede em São José foi acionada para uma ocorrência de engasgamento de um recém nascido de apenas cinco dias no bairro Campinas. Enquanto a ambulância Auto Socorro de Urgência (ASU), com o cabo Cameu, a soldado Aline e o bombeiro comunitário Eder se deslocava ao local, o atendente da Central de Operações Bombeiro Militar (COBOM) repassava, por telefone, as orientações aos familiares acerca dos procedimentos de desobstrução de vias aéreas por corpos estranhos. Contudo, mesmo com o empenho do bombeiro militar por telefone, a recém-nascida estava inconsciente quando a equipe chegou ao local.

 

1708 São José

 

Conforme relato da soldado Aline "quando chegamos a mãe estava com o bebê nos braços no hall de entrada do condomínio, peguei a recém-nascida, fiz um estímulo e ela não respondeu, estava inconsciente. Durante o segundo ciclo de manobras ela chorou. Levamos para dentro do ASU, mantivemos aquecida e lateralizada, na sequência chegou o apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que auxiliou para a desobstrução total da criança", explica.

 

1708 São José 1

 

Após avaliação do médico da unidade avançada do SAMU, a recém-nascida ficou aos cuidados dos familiares. Além da equipe do ASU-439, participaram do atendimento duas equipes do SAMU, Unidade de Saúde Básica (USB-04), com a técnica de enfermagem Janice e condutor André Martins e Unidade de Saúde Avançada (USA-04), com o médico Mário Zunino, enfermeira Kellen e condutor Jonas.

 

Créditos:
Texto:1º Tenente Luiz Gustavo Bonatelli
Imagens: Divulgação CBMSC/SãoJosé
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

No último final de semana, o efetivo do quartel de Quilombo participou de um treinamento de resgate veicular. Na oportunidade, o soldado Silva e o soldado Scatolin, repassaram técnicas de resgate veicular a todo o efetivo do quartel.

1708 Quilombo

 

Devido ao fluxo intenso de veículos na SC-157, principal rodovia que corta a cidade de Quilombo, a necessidade de treinamento se faz necessária.

Somente no mês de julho, o quartel de Quilombo atendeu 15 ocorrências de acidente de trânsito, onde em algumas dessas ocorrências foram empregadas diversas técnicas de resgate veicular, como retirada de porta, rebatimento de painel e retirada de teto.

 

1708 Quilombo 1

 


Este treinamento foi voltado para a parte prática, em que os participantes puderam manusear todas as ferramentas empregadas no resgate veicular.

Com este treinamento, o efetivo sai mais habilitado para este tipo de ocorrência tão rotineira em nossa atividade bombeiril. Nesse caso, quem ganha é a população que é atendida sempre de maneira profissional e mais rápida possível diante da situação delicada que é um acidente de trânsito.

1708 Quilombo 2

 

Cabe os agradecimentos, a Chapeação Lumi de Quilombo, que cedeu além do espaço para o treinamento, carcaças de carros para que pudessem ser usadas na instrução.

 

Créditos:
Texto: Soldado Eric Cardoso Scatolin
Imagens: Soldado Eric Cardoso Scatolin
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

Entre os dias 02 e 13 de agosto, 10 militares do efetivo do 10º Batalhão de Bombeiros Militar em São José participaram do Curso de Técnicas e Táticas de Corte de Árvores (CTTCA), realizado pelo 1ºBBM. O curso compreendeu aulas teóricas e práticas, possibilitando ensinamentos que favorecem a realização de cortes de árvores que estejam colocando pessoas e bens em situação de risco iminente.

 

1308 SJ curs. árvo 4

 

Durante o curso os alunos receberam instruções sobre nós e amarrações, como obter acessos sem utilização de escadas, manutenção dos equipamentos e materiais e principalmente técnicas e táticas de corte de árvores.

 

1308 SJ curs. árvo

 

Ao final do curso, os alunos participaram de uma ocorrência real de uma árvore que caiu sobre uma edificação, no Centro de Florianópolis, colocando em prática todo o conhecimento adquirido durante o curso.

 

1308 SJ curs. árvo 3

 

 

Créditos:
Texto: 1º Tenente Luiz Gustavo Bonatelli
Imagens: Divulgação CBMSC/São José
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

Na primeira semana do mês de agosto, o serviço de busca e resgate com cães do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, com sede em Governador Celso Ramos, composto pelo binômio Cinotécnico cabo Valdeley e cão de busca Marley, esteviveram presentes em Curitibanos participando de um condicionamento específico de busca com simulado em Estruturas Colapsadas (BREC).

 

1308 Binomio

 

Todo condicionamento especializado é extremamente relevante para aprimorar as capacidades do serviço de busca e resgate nas áreas de atuação. O treinamento em questão faz parte do programa que visa a intensificação da preparação do binômio para participação nas provas de certificação, necessárias para a habilitação do serviço, que devem ocorrer no final do corrente mês.

 

1308 Binomio 1

 

1308 Binomio 2

 

Créditos:
Texto: Cabo Jeferson da Silva
Imagens: Divulgação CBMSC/Palhoça
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

Um veículo acabou se perdendo e saindo da pista no KM 70 da BR-282, em Rancho Queimado, no último sábado, 7. O veículo caiu de uma altura aproximada de 30m. Por sorte os ocupantes do veículo tiveram apenas ferimentos leves e foram encaminhados ao hospital.

 

1308 Palhoça 2

 

Na ocorrência equipes do CBMSC de Rancho Queimado e de Santo Amaro da Imperatriz tiveram que realizar técnicas de salvamento em altura para acessar o veículo e com o apoio das equipes do SAMU e da PRF, que trabalharam de forma integrada, conseguiram socorrer as vítimas.

 

1308 Palhoça

 

Pedimos a colaboração dos motoristas que ao trafegar pelas rodovias da serra catarinense, redobrem atenção especialmente em dias chuvosos e respeitem as leis de trânsito.

 

1308 Palhoça 1

 

Em caso de emergência, ligue 193!

 

1308 Palhoça 3

 

Créditos:
Texto: Cabo Jeferson da Silva
Imagens: Divulgação CBMSC/Palhoça
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina



Todo o ano, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina tem uma grande demanda em atendimento a ocorrências de incêndio florestal. Isso se deve ao fato de nossa região ter um clima bastante seco e também devido a algumas pessoas atearem fogo e realizarem queimadas.

 

1008 Quilombo


Este ano em específico, a temporada de incêndios florestais começou cedo em relação aos anos anteriores. Comparado ao mesmo período do ano passado não havia sido registrado nenhuma ocorrência de incêndio florestal, na circunscrição da Organização Bombeiro Militar de Quilombo, enquanto este ano já foram registrados 2 de grandes proporções.

 

1008 Quilombo 1


No ano de 2020, só no período de julho a setembro, foram atendidas mais de 20 ocorrências de incêndio florestal. Isso mostra que devemos fomentar na população a importância de não realizar queimadas, não largar pontas de cigarro e principalmente, não tentar limpar o terreno com fogo.

 

1008 Quilombo 2

 

Além dessas ocorrências terem um grande impacto ambiental, também trata-se de um crime, conforme previsto na Lei n. 9.605/98 de Crimes Ambientais, art. 41: “Provocar incêndio em mata ou floresta” com pena de reclusão, de dois a quatro anos, e multa.

Se visualizar alguém ateando fogo em matas ou florestas, denuncie através do número 193.

 

Créditos:
Texto: Soldado Eric Cardoso Scatolin
Imagens: Soldado Eric Cardoso Scatolin
Assessoria de Imprensa CBMSC: (48) 98843-4427
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

emergencia193
QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193